Angop - Agência de Notícias Angola Press

Vinte mil alunos serão admitidos nas escolas de Luanda

22 Novembro de 2018 | 18h36 - Educação

Luanda - Vinte mil novos alunos poderão ingressar nas escolas de base do ensino geral da província de Luanda, no ano lectivo de 2019.

  • Vinte mil alunos serão admitidos nas escolas de Luanda em 2019

O anúncio foi feito, nesta quinta-feira, na capital do país, pelo vice-governador provincial para o sector Técnico e Infra-estruturas de Luanda, José Cai, quando intervinha no acto do 22 de Novembro, Dia Nacional do Educador, que decorre sob o lema “ O direito à educação é também o direito a um professor qualificado”.

O responsável disse que esforços estão a ser desenvolvidos no sentido de construir-se mais escolas para serem inseridas no sistema de ensino um maior número de crianças.

Reconheceu que muitas das instituições académicas de Luanda tem problemas, como falta de equipamento escolar e difícil acesso, situação que dificulta a actividade educativa dos professores.

Solicitou aos professores no sentido envolverem-se nos programas de resgate dos valores morais e cívicos, bem como na moralização da sociedade.

Por seu turno, o director do Gabinete de Educação da Província de Luanda, Narciso Benedito, deu a conhecer que vão surgir novas escolas do ensino primário e secundário nos municípios do Belas, Cazenga e Viana.

O surgimento das novas infra-estruturas, ressaltou, vai permitir o ingresso de 15 a 20 mil alunos.

A actividade foi marcada com a entrega de diplomas de mérito aos professores que na década de 1980 deram o seu contributo para o desenvolvimento do ensino na província de Luanda.

O Dia Nacional do Educador começou a ser celebrado quando a 22 de Novembro de 1976, numa visita a fábrica têxtil Textang II, o primeiro Presidente da República de Angola, António Agostinho Neto, declarou “guerra” ao analfabetismo.