Angop - Agência de Notícias Angola Press

-

28 Fevereiro de 2002 | 17h19 - Educação

Luanda

Luanda, 28/02 - O instituto médio politécnico Alda Lara, sito no município da Ingombota, em Luanda, foi inaugurado hoje pelo ministro da educação e cultura, António Burity da Silva, após um ano de reabilitação.

Orçado em dois milhões e quatrocentos dólares a sua reparação, o instituto tem capacidade para albergar dois mil e 412 alunos, distribuídosem três períodos normais de ensino (manhã, tarde e noite).

Com vinte e seis salas de aulas, três laboratórios, três oficinas, uma salainformatizada, uma cantina, um posto medico, o Alda Lara que dia um demarco inicia as aulas terá 206 professores.

Ostentando o nome de uma poetiza angolana (Alda Lara), a instituição vaileccionar cursos de electricidade, electrónica, telecomunicações e construção civil.

Inicialmente a funcionar como uma escola de base, a sua adaptação em instituição media politécnica surge no âmbito do novo programa do ministério da educação e cultura, que visa aproveitar algumas unidades do ensino de base para o seccionamento de cursos médios.

Neste âmbito, com a inauguração do Alda Lara já são dois o numero de institutos médios politécnicos inaugurados emLuanda. O primeiro, localizado no município do Kilamba-Kiaxi, tem capacidade para albergar mil e 800 alunos.

Segundo o titular da pasta da educação, António Burity da silva, essenovo pacote de reformas educativa visa, para alem de melhorar a qualidadedo ensino, atenuar o afluxo de estudantes, cerca de 50 mil, queanualmente recorrem as instituições medias disputando 12 mil vagas(capacidade real de Luanda).

Há seis anos, Luanda possuía sete institutos médios técnicos, actualmente,com a inauguração do Alda Lara, passa a ter 14. No total o pais tem trinta e duas escolas do ensino médio.