Angop - Agência de Notícias Angola Press

BNA aplica medidas ao Banco Kwanza Invest

31 Julho de 2020 | 21h59 - Economia

Luanda - O Banco Nacional de Angola (BNA) orientou, nesta sexta-feira, o Banco Kwanza Investimento, S.A. a abster-se de receber novos depósitos, salvo os reembolsos de créditos ou dívidas de terceiros para com o banco.

Esta decisão do Banco Central surge na   sequência da convocatória da Assembleia Geral dos accionistas do Banco Kwanza Investimento, S.A. (BKI), publicada na edição de 31 de Janeiro de 2020, do Jornal de Angola, para a dissolução voluntária da sociedade.

O BNA, enquanto autoridade de supervisão e responsável pela manutenção da estabilidade do sistema bancário, avança que, até à sua dissolução, caso seja essa a deliberação dos accionistas, a gestão deve acatar a orientação emanada.

De acordo com a nota publicada no site do BNA, ao  referido banco é exigido que cumpra  as instruções de transferência dos clientes do banco para terceiros, desde que liquidem as suas responsabilidades para com o banco, incluindo o cumprimento de instruções de clientes para encerramento de suas contas.

Deve ainda manter os Fundos Próprios Regulamentares dentro dos limites mínimos exigidos, enquanto o processo de liquidação do banco não tiver início, sob pena de revogação da licença e liquidação judicial do banco nos termos da lei.

 O Banco Kwanza Invest registou perdas líquidas na ordem de 515,211 milhões de kwanzas, no exercício económico de 2019, indica um relatório de contas auditado.

O balanço  apresentou um total de activo liquido na ordem de AKZ 10.432.190 e de fundos próprios no valor de milhares, de 7.119.129, que inclui os resultados líquidos transitados e do exercício.

Os accionistas do BKI realizaram a sua assembleia-geral extraordinária no dia 20 de Abril, a pedido do accionista e empresário suíço-angolano Jean-Claude Bastos.