Angop - Agência de Notícias Angola Press

Governador pede aumento de polícias nos corredores de transumância

10 Setembro de 2019 | 19h07 - Economia

Ondjiva - O governador da província do Cunene, Vigílio Tyova, pediu hoje, em Ondjiva, o aumento do policiamento nos três corredores de transumância criados na região, para impedir o roubo do gado a sobreviver nessas zonas.

  • Cunene: Vigílio Tyova - governador provincial

“O Comando provincial da Polícia Nacional no Cunene deve colocar efectivos nos pontos de transumância localizados nos municípios do Cuanhama e Cuvelai, para manter a segurança dos animais”, reforçou o governante, durante um encontro do Conselho de Auscultação das Comunidades.

Disse que a medida é urgente para se combater este mal que coloca mais pobre os criadores que fazem o sacrifício de andar centenas de quilómetros para levar o gado em zonas de pastos, a fim de escaparem da seca que assola a região.

“Essas acções preventivas devem ser adequadas para preservar o gado bovino que representa, nas zonas rurais, o símbolo de posse e riqueza, aproveitada para atender necessidades maiores no seio das famílias”, sublinhou.

Sem avançar número, Vigílio Tyova apelou à necessidade da população pautar por maior vigilância e cultura de denúncias, em caso de roubo de gado, às autoridades para desencorajar essas práticas.

O Cunene, a par de outras províncias da zona sul de Angola, é uma região cuja população se dedica fundamentalmente à criação de gado bovino, caprino e suíno, constituindo fonte de renda.

A província do Cunene enfrenta, desde o mês de Outubro de 2018, uma acentuada seca que afecta 880 mil e 172 pessoas e um milhão de cabeças de gado, que já matou cerca de 30 mil animais, entre bovinos, caprinos e suínos.