Angop - Agência de Notícias Angola Press

Parcerias públicas e privadas dinamizam diversificação económica

11 Julho de 2019 | 18h27 - Economia

Luanda - A diversificação da economia angolana passará necessariamente pela criação de parceria públicas e privadas, tendo em conta a realidade económica do país, declarou hoje o ministro do comércio, Joffre Van-Dúnem Júnior.

Em declaração à Angop, na Feira Internacional de Luanda (FILDA/2019), o governante disse que, com as Parcerias Público-Privadas (PPPs), facilmente a economia diversificará.

Sublinhou que a realização da feira constitui a base para que  surjam novas actividades comerciais, em torno de cadeias produtivas diversificadas, sendo protagonizadas por iniciativa dos agentes económicos públicos e privados.

Enfatizou que as parcerias públicas e privadas vão permitir concretizar objectivos definidos no Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022, relacionados com o desenvolvimento económico sustentável, o que pressupõe ter uma economia diversificada.

Para o ministro, as PPP’s representam o instrumento público de índole económico-financeira que permite manter ou incentivar um ritmo adequado de investimento e modernização dos serviços públicos e privados, o que engrandece e dinamiza o sector económico do país.


A 35ª edição da FILDA, conta com a participação de 21 países: Portugal, Alemanha, Indonésia, Turquia, França, Índia, China, Reino Unido, Noruega, Suécia, Suíça, Israel, Brasil, Japão, Bielorrússia, Uruguai, Macau (Região administrativa Especial da China), Itália, África do Sul, Holanda e Estados Unidos da América. Produtos e serviços ligados à banca, telecomunicações e tecnologias de informação, petróleos, transportes e logística, indústria e turismo, construção