Angop - Agência de Notícias Angola Press

Incêndio destrói dois armazéns na Huíla

14 Março de 2019 | 18h13 - Economia

Lubango - Dois armazéns do estabelecimento comercial "Nossa Casa" do grupo Ango Mart foram totalmente destruídos por um incêndio de grandes proporções, presumivelmente provocado por um curto-circuito, segundo o corpo de bombeiros.

  • Huíla: Bombeiros em acção

De acordo com testemunhos de funcionários, o incêndio iniciou por volta das nove horas, num dos escritórios de um dos  armazéns e rapidamente alastrou-se para outras áreas, tendo atingido um outro armazém, separados por uma parede.

Sem avançar o valor das perdas, as fontes disseram que eram comercializados diversos produtos, desde inflamáveis aos alimentares, com realce para geradores, motorizadas, colchões, detergentes, tinta plástica, entre outros, o que contribuiu para  rápida propagação do fogo.

Um dos responsáveis do grupo, Mário Mtoyrek, assegurou que a situação dos funcionários está acautelada, pois serão transferidos para outros pontos de atendimento existente na cidade do Lubango.

Em declaração à Angop, o porta-voz dos Serviços de Protecção Cível e Bombeiros, Inocêncio Hungulo, referiu que o incêndio teve inicio as nove horas da amanhã e foram necessário cinco horas e 200 metros cúbicos de águas para extinguir as chamas que causaram danos matérias ainda por se avaliar.

As perdas totais estãos estimadas em maiconsumidas pelo fogo.