Angop - Agência de Notícias Angola Press

Receitas do comércio ambulante aumentam AKz 22 milhões

11 Janeiro de 2019 | 12h33 - Economia

Lubango - As receitas resultantes da cobrança de taxas aos vendedores ambulantes e dos mercados informais, do município do Lubango, atingiram AKz 112 milhões e 620, em 2018, um aumento de 22 milhões e 701 mil kwanzas em relação a 2017.

Trata-se de valores cobrados nos mercados Municipal nº1,  Mutundo, Rio Nangombe, do Peixe, Km 40, Laje, Comandante Cowboy e da Comuna da Huíla, cuja taxa diária é de 100 kwanzas para o vendedor ambulante, enquanto para o fixo varia entre 500 a 50 mil kwanzas mensal.

Em declarações à Angop, o director dos serviços Económicos da administração do Lubango, Fernando Oliveira, afirmou que as receitas aumentaram fruto do reforço das ações fiscalização e retirada de muitos vendedores da rua para os mercados.

A administração municipal pretende igualmente requalificar os mercados já existentes, dando-lhes melhores condições de venda, melhorar as vias de acesso.

Actualmente, a administração controla oito mercados, uma média de 30 mil vendedores ambulantes, cuja fiscalização é feita por 44 funcionários.

O mercado do Mutundo é o maior da cidade do Lubango, com uma capacidade para seis mil e 781 vendedores fixos controlados, seguido pelo do Rio Nangombe com quatro mil e 820 lugares, dos quais apenas cerca de 100 estão ocupados.