Angop - Agência de Notícias Angola Press

Polidesporto: Federações renovam mandatos

27 Setembro de 2020 | 08h12 - Desporto

Luanda - As federações de xadrez, voleibol e ténis de mesa realizaram sábado as respectivas renovações de mandatos, resultando em voto de confiança para dois presidentes e a ascensão de outro para os próximos quatro anos.

  • Manuel Morais - presidente da federação de ténis de mesa
  • Valentim Domingos - presidente da federação de voleibol

Em actos realizados nas plataformas digitais devido à pandemia da covid -19 (Luanda foi presencial), na corrida à presidência da Federação Angolana de Xadrez, o cessante Tito Martins (lista B) derrotou o aspirante Domingos Ferraz (lista – A), por 48-03.

Num universo de 52 associados, o escrutínio registou um voto nulo.

O antigo xadrezista, que obtém o segundo mandato à frente da federação do jogo ciência, tem como prioridade a implementação de um  plano nacional do xadrez, continuação do trabalho visando a obtenção do título inédito de Grande Mestre.

Tito Martins pretende ainda criar uma base de dados com referências de jogadores, técnicos e árbitros, além da elaboração de um plano de comunicação na internet, nas televisões, jornais e rádios para atrair novos praticantes.

No voleibol também registou-se a recondução de Valentim Domingos. Em lista única, obteve o pleno, ou seja, 10 votos a favor.

O responsável, eleito para um terceiro mandato, destaca no seu plano de acção, para o quadriénio, a continuação do desenvolvimento da modalidade nas escolas, criação de novas oportunidades por via de projectos de massificação.

Pretende ainda continuar a desenvolver o voleibol de praia, melhoria das condições de trabalho nas associações, aposta no alto rendimento, na formação a nível nacional, bem como a definição de protocolos de desenvolvimento com instituições de ensino médio e superior.

A ascensão registou-se no ténis de mesa. O segundo vice-presidente interino, Manuel Morais, mereceu a confiança dos associados, em lista única.

O antigo secretário-geral da federação, no período de 2016 a 2020, tem como prioridade a promoção do intercâmbio desportivo internacional e incentivar a fabricação de mesas e separadores em Angola.

O novo líder propõe-se ainda: mobilizar parcerias dentro e fora do país, definir uma estratégia de captação de talentos, um plano de formação anual para técnicos e dirigentes associativos, além da manutenção e conservação do Centro de Alto Rendimento.