Angop - Agência de Notícias Angola Press

Andebol: Selecção viaja para Dinamarca sem Bá

08 Agosto de 2018 | 22h31 - Desporto

Luanda - A guarda-redes Teresa Almeida "Bá", do Petro Luanda, é a grande ausente da Selecção Nacional sénior feminina de andebol, que seguiu viagem, na noite de hoje, para a Dinamarca, onde vai participar de 16 a 19 deste mês de um torneio pré-competitivo.

  • Bá ausente da operação Dinamarca
  • Selecção feminina prepara africano no Congo.

Para colmatar a baixa foi chamada (em última hora) a “keeper” do 1º de Agosto, Helena Sousa, vice-campeã nacional, após derrota da sua equipa, sábado, diante da rival "tricolor", por 17-19, segundo apurou a Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro.

“Infelizmente não vão poder viajar as 16 jogadoras convocadas inicialmente, visto que a Bá se encontra acamada, padecendo com um paludismo. Pois, tivemos de integrar a Helena Sousa para preencher essa vaga”, informou o seleccionador Morten Soubak.

Em breves declarações, o treinador afirmou que o grupo parte com objectivo de iniciar a preparação, dando rodagem as estreantes e identificar o conceito ideal, uma vez que depois do torneio de Gaia (Portugal), a selecção nunca mais se juntou.

Viajaram para o Reino da Dinamarca as guarda-redes Helena de Sousa e Swelly Simão; as meias distâncias Isabel Guialo, Magda Cazanga, Joana Costa, Azenaide Carlos e Wuta Dombaxi; as centrais Helena Paulo, Dalva Peres e Vilma Nenganga.

Ainda Claudeth José, Elizabeth Cailo e Janete dos Santos (Pontas) e as pivots Albertina Cassoma, Edith Mbunga e Liliana Venâncio.

No país nórdico, o sete angolano prevê realizar três jogos contra a anfitriã, a Alemanha e Cuba, marcando a primeira fase do estágio visando o campeonato africano da modalidade, a decorrer na cidade de Brazzaville (República do Congo).

No africano de Brazzaville, Angola vai em busca da revalidação do título conquistado na edição de Luanda, em Dezembro de 2016.

Na altura, o combinado nacional foi liderado tecnicamente por Filipe Cruz. A guarda-redes Teresa de Almeida “Bá” foi eleita a melhor da competição, na sua posição.